Tendências de Streaming para 2015

Tendências de Streaming para 2015

eTrends
09 Dezembro, 2014 -
Tempo de leitura : 2 min

Vamos iniciar um novo ano e com ele preveem-se novas tendências em alguns campos que se destacaram em 2014. E o streaming não é exceção.

Deixamos-lhe aqui as grandes tendências de streaming para 2015.

1. Os 3 M’s: Millenials, Multiculturalistas e Mobile.

Os Millenials são os difusores de tendências, os multiculturalistas são cada vez mais e os dispositivos móveis são omnipresentes, e estes 3 M’s vão cada vez mais mostrar a sua importância. Enquanto os novos smartphones trouxerem vantagens relativamente aos antigos, a geração Y vai continuar a comprar e a esperar por uma próxima atualização, gerando novas tendências.

 

2. Melhor experiência do anúncio

Em primeiro lugar, os anúncios em plataformas como o Youtube e qualquer outro serviço de streaming estão a começar a evoluir: a ideia é que já em 2015 em vez de surgirem anúncios a cada vídeo que se reproduza, surja apenas 1 em cada 4 durante a reprodução sucessiva de vídeos.

Também a promoção de anúncios através de influenciadores individuais está mais em voga: apenas 6 do Top 100 dos melhores canais de YouTube são realmente de marcas. Algumas marcas que perceberam o poder desses grandes YouTubers contrataram-nos para representarem a marca.

 

3. Qualidade Superior

As empresas de tecnologia e streaming estão interessadas em que os clientes consigam usufruir do vídeo 4k em qualquer dispositivo seja um smartphone ou um computador, esperando-se cada vez uma melhor qualidade de imagem.

Neste mesmo sentido, as empresas criarão apps para os diferentes programas que permitirão vê-los em qualquer lugar com uma melhor qualidade e sem ter que assistir a toda a programação

 

4. Vídeo interativo e Apps

As redes sociais estarão ainda mais ativas na vida dos utilizadores, tornando todo o processo de streaming mais interativo: mais Facebook, mais Twitter, mais estatísticas vão estar presentes não só nos vídeos já gravados mas nas transmissões em direto, para uma maior aproximação dos fãs, a quem já não basta apenas assistir ao programa, pois querem poder interagir diretamente com ele.

 

5. Controlo de espetadores de forma diferente

Cada vez há menos espetadores na hora da transmissão do programa. No entanto, isso não levará ao seu cancelamento como seria de esperar. Serão criados novos sistemas para se poder controlar a transmissão e os respetivos espetadores, que num prazo inferior a 30 dias após a transmissão acabam por equivaler ao número que antes acompanhava o programa em tempo real.