SEO para 2015: o que esperar?

SEO para 2015: o que esperar?

eTrends
20 Março, 2015 -
Tempo de leitura : 3 min

Bem-vindo a 2015 onde as keywords não podem estar em demasia, os websites mobile-friendly são uma regra prioritária e os motores de busca conseguem entender o conteúdo da página, a originalidade do conteúdo e como está escrito.

Melhore o seu SEO e coloque o seu website numa boa posição no motor de busca:

 

Melhorar a pesquisa para Mobile

Segundo uma pesquisa da GlobalWebIndex, 80% dos adultos têm agora smartphones e 50% do tráfego do Google é de dispositivos móveis.

A partir de 21 de Abril a capacidade mobile-friendly dos websites vai assumir um papel de maior importância no seu posicionamento, devido às atualizações da Google.

Para além de transformar o seu website para versão mobile, confirme se tem um design responsivo para que se possa adaptar a qualquer tipo de ecrã.

 

Não exagere nas keywords, mas não as ignore

O Google deixou de dar tanta importância às keywords que estão a ser mal utilizadas e consideradas quase como spam.

Não lhes dê tanta importância: liberte o título e todo o conteúdo. Escreva descrições convincentes para todas as páginas do website e que podem ser partilhadas socialmente. É importante incluir CTAs (call-to-action) ou verbos de ação como “aprender”, “decidir” ou “descobrir”.

Pode começar também a abdicar de palavras singulares e começar a aplicar expressões ou palavras aplicáveis e que reflitam a intenção dos utilizadores.

 

Não se preocupe com as pequenas coisas

Pense nas ferramentas para melhorar o SEO e  conexões que o vão ajudar.

Tentar encontrar defeitos em cada publicação e perceber o porquê do seu insucesso, é quase impossível e vai ocupar demasiado tempo e esforço.

Foque-se em 3 objetivos possíveis para melhorar o SEO, faça as alterações e passe ao novo objetivo.

 

Não ignore as redes sociais

Pesquise pela sua empresa em vários browsers e localizações diferentes e veja a posição das suas redes sociais ativas (Facebook, Twitter, LinkedIn, etc). Manter e fazer crescer a presença nas redes sociais pode colocar a página principal numa boa posição.

Atualmente, são as atualizações das páginas que importam ao SEO e não o engagement (tweets, gostos, partilhas…).

O Google+ tem também cada vez mais força. Pelo simples facto de fazer parte do Google – o principal motor de busca do mundo – é essencial uma presença das marcas nesta rede social.

 

Ter links noutras páginas a direcionar para o seu website também vai ajudar a melhorar a sua posição, uma vez que mostram a sua popularidade.

É necessário que vá sempre testando e revendo a sua posição e não descore as novas tendências e técnicas que podem fazer toda a diferença.


tags:

seo