Regras para ter sucesso com E-Commerce

Regras para ter sucesso com E-Commerce

Marketing
26 Fevereiro, 2015 -
Tempo de leitura : 2 min

A confiança de quem compra online ainda não está a 100% e os vendedores nem sempre conseguem dar a ajuda personalizada que pretendem e que poderia reverter essa situação. Ficam aqui, então, algumas dicas para transformar a sua estratégia online numa experiência mais personalizada.

 

1. Saudações e agradecimentos genuínos

O cliente gosta de ser recebido. Preocupe-se em receber as pessoas no seu site como as receberia pessoalmente e guie-as/acompanhe-as pela página. Pode saudá-las com uma Landing Page, uma janela pop-up, etc. Há imensas ferramentas que pode utilizar para personalizar essa experiência.

 

2. Recomendações inteligentes

Numa loja é sempre mais fácil fazer recomendações, observando a atitude do consumidor, ao ver-se, por exemplo, em que secção está. No mundo online pode fazê-lo também, criando recomendações a partir dos conteúdos mais vistos, geolocalização, horário, visualizações recentes, gostos ou preferências pessoais daquele cliente, entre outros.

 

3. Localização

Enquanto pessoalmente temos de pensar na nossa localização para saber o que vamos vender, online há sempre a hipótese de se vender mais do que o que poderá ser necessário naquela localização. No entanto, é sempre importante saber o que deverá ter mais prioridade.

Informações climáticas, geomarketing, horários, etc são tudo informações que o website pode recolher e nas quais se pode basear para recomendar/apresentar conteúdo oportuno.

 

4. Sensibilidade no ponto de compra

Quando um cliente olha várias vezes para uma etiqueta ou volta várias vezes ao mesmo produto, num ponto de venda físico, significa que está hesitante e na web várias vezes ficam itens esquecidos nos carrinhos de compras.

Mas ao contrário do que acontece nestes casos, os itens deixados nos carrinhos de compra dos websites são motivos para o regresso do comprador e acabam grande parte das vezes por ser vendidos. Desta forma, os marketeers podem tirar conclusões de quando o cliente deixa o website e sobre o seu webdesign e conteúdo em páginas específicas do website. As mudanças que vêm posteriormente, podem ser bastante significativas.

           

5. Contextualização

Se um cliente na pesquisa anterior procurou brinquedos, não significa que sempre que regresse esse será o motivo. E qual a melhor maneira de saber o que lhe vai na mente? Pergunte-lhe! Uma janela pop-up pode permitir que o cliente indique exatamente o que quer e até para quem procura!

 

Transforme o seu negócio de e-commerce numa experiência que faça o consumidor sentir-se como nos corredores da sua loja!