Plataformas de Vídeo Online

Plataformas de Vídeo Online

Online Video
19 Dezembro, 2014 -
Tempo de leitura : 2 min

É escusado tentar não falar de vídeo online nos dias que correm: é uma excelente vantagem competitiva, uma ótima estratégia de marketing digital, uma fantástica ferramenta de esclarecimento e aprendizagem, e muito mais atrativo do que qualquer texto.

Hoje em dia, não é assim tão complicado fazer um bom vídeo, com qualidade apropriada para um carregamento mais rápido e reprodução em diversos aparelhos… Coloca-se, todavia, uma questão pertinente: como conseguir que o conteúdo chegue a uma grande quantidade de pessoas que queira vê-lo sem gastar demasiado tempo?

Existem, portanto, três processos distintos nesta fase: pode optar-se por uma plataforma grátis, por uma plataforma profissional ou por se criar o próprio sistema de publicação de vídeo.

           

As plataformas como o DailyMotion, Vimeo e Youtube, apesar de parecerem ideais quando se vê a palavra “grátis”, têm diversas desvantagens: disponibilizam estatísticas mas não as suficientes para uma boa avaliação do vídeo; têm publicidade associada (às vezes até da concorrência!); e o conteúdo deixa de pertencer a quem o publicar, pois essas plataformas assumem os direitos de autor.

Além disso, embora a qualidade não seja um grande problema (o Youtube tem até 1080p, enquanto que o Vimeo e o Daily Motion têm 720p de máximo), o Vimeo, por exemplo, não permite conteúdo comercial.

 

As plataformas profissionais têm todas as vantagens associadas, apesar de serem pagas:

- Permitem-lhe o controlo da publicidade (pode optar por não ter ou selecionar as que pretende que apareçam);

- Permitem-lhe avaliar mais pormenorizadamente o vídeo (por exemplo, a disponibilização de estatísticas, não só das visualizações, mas também a percentagem de vezes que as pessoas reproduziram o vídeo, tendo em conta o número de vezes que apareceu, e o engagement, ou seja, a percentagem de tempo que foi visto);

- São mobile-friendly e têm uma boa qualidade de reprodução nos diversos dispositivos;

- Permitem-lhe modificar o conteúdo sem que as estatísticas sofram alterações.

 

A terceira opção é publicar o vídeo com um servidor próprio, desenvolvendo o próprio player, gerindo o alojamento e a distribuição dos conteúdos. No entanto, precisa de perceber minimamente de programação e de vídeo online e, no caso do seu projeto atingir uma grande popularidade, poderá ter problemas com hardware e conectividade.

 

Produza, edite e publique os seus vídeos com a melhor qualidade possível e estude as vantagens e desvantagens de cada plataforma tendo em conta o seu modelo de negócio e a sua audiência.

Não caia no erro de se deixar fascinar por palavras como “grátis”, “free” ou “sem custos”.