Online Video Platform vs YouTube

Online Video Platform vs YouTube

Online Video
29 Maio, 2015 -
Tempo de leitura : 3 min

A maioria das pessoas ainda assume o YouTube como a plataforma de vídeo ideal, sem a perceber completamente ou como a usar para conseguir vendas e o quanto pode prejudicar a eficácia do vídeo.

 

Em primeiro lugar, os vídeos do YouTube ao serem indexados levarão o visitante para o canal do YouTube e não para o próprio website, não proporcionando o conhecimento de outras informações da marca e afastando o utilizador do objetivo principal, o que não acontece com as OVPs (Online Video Platform) profissionais que proporcionam o tráfego diretamente para as suas páginas de produto ou outras mais importantes.

Quanto ao player, o YouTube pode comprometer a sua marca e da experiência do cliente, primeiro porque não são personalizados e têm a identificação da plataforma e depois, correr o risco de perder tráfego mais uma vez porque o player está embutido.

 

A estratégia de vídeo no YouTube não é suficiente para os vendedores. Embora tenha um melhor alcance, ele não foi projetado para vender ou acompanhar vendas em tempo real.

Para além de assumir automaticamente os direitos de autor sobre o conteúdo publicado, não tem o poder de venda nem a capacidade de apresentar estatísticas como uma plataforma profissional e estas capacidades são precisas para os marketers.

As estatísticas do vídeo – que o YouTube não consegue disponibilizar tão a fundo – são dados que marketers ou vendedores precisam não só para provar que o vídeo funciona para eles, como para crescer e melhorar as suas campanhas de vídeo para o melhor ROI (retorno de investimento) possível.

Ao publicar conteúdos apenas no YouTube, o SEO estará a favorecer o YouTube e é também para lá que o seu público será guiado.

 

O ideal é a conjugação dos dois tipos de plataformas: o YouTube e uma profissional, porque apesar de tudo o YouTube é, sim, uma parte importante da sua estratégia.

As plataformas de vídeo profissionais, por outro lado, são dedicadas à gestão e avaliação do conteúdo de vídeo, que normalmente oferecem alojamento, codificação, player personalizado e estatísticas detalhadas para ajudar a maximizar a eficácia do vídeo. O ideal é focar-se essencialmente numa OVP que inclua avaliação de conversões e influência do vídeo, ferramentas de SEO e publicação automática. Para além do mais planeamento estratégico, definição de metadados, vários canais de distribuição e suporte ao cliente são soluções que deve procurar.

A estratégia é a que combina os melhores elementos de uma OVP profissional e do YouTube: o alcance e comunidade do YouTube e as capacidades completas de uma plataforma profissional, devem ser conjugadas numa estratégia “Host and Post”. “Host” de alojar no seu website e “post” de publicar no YouTube.

Marketers e vendedores sabem que, na sua maioria, as iniciativas de marketing e e-commerce têm um desempenho muito melhor quando alinhados e isto é especialmente verdade para o vídeo.

A conjugação destas duas estratégias vai trazer um maior impacto ao seu negócio e aumentar notavelmente o ROI.