O que é um vídeo viral?

O que é um vídeo viral?

Online Video
07 Maio, 2014 -
Tempo de leitura : 5 min

Um vídeo viral não foi necessariamente criado para o ser mas reúne determinados padrões que envolvem os espetadores e influenciam a partilha do conteúdo. Graças a esses aspetos alcançam uma grande popularidade, através da circulação na internet.

Não é fácil tornar um vídeo viral (mesmo com um bom conteúdo) e, mais importante ainda, não é o seu criador que decide. Mas tornar o conteúdo agradável e entusiasmante para o público é meio caminho andado para o sucesso.

1.Ter um bom conteúdo:

É importante existir um enredo em volta do vídeo: é mais importante a história e a forma como ela é contada que a duração do vídeo, por exemplo.

O público quer ser entretido e para isso é necessário haver o que contar.

Uma boa música de fundo é também aconselhada e deverá estar minimamente relacionada com o conteúdo, excecionando os vídeos cujo som de fundo seja importante.

 

2. Título e identificações: como chegar ao vídeo:

Um título simples e claro é requerido para qualquer conteúdo cujo objetivo seja chamar a atenção de um público. Por definição, o título deve ser o resumo do assunto do conteúdo a apresentar no mínimo de palavras possíveis. A partir do momento em que o título seja apelativo, a visualização do vídeo está quase garantida!

Uma descrição completa é também algo importante para que, caso o título não seja, completamente elucidativo ou chame a atenção, o espectador possa saber o que está prestes a observar.

É importante ter atenção as palavras do título e a descrição, pois numa pesquisa na web são essas palavras que fazem a diferença entre o vídeo aparecer ou não. Bem como as tags associadas ao vídeo, que deverão ser apropriadas.

 

3.Início forte, um meio forte e um fim forte:

Primeiro que tudo, deve chamar-se a atenção do espetador e depois surpreendê-lo constantemente, envolvendo-o emocionalmente. A história deverá ter um começo e apelar do início ao fim à atenção do visualizador para que o interesse não se perca.

As personagens devem, também elas, ser cativantes.

 

4. Envolver audiências - less is more:

Um vídeo curto é o melhor para que se consiga manter a atenção do espectador sempre connosco: o excesso de informação não atrai audiência.

Um vídeo conciso e o mais curto possível é o ideal, no entanto, o espectador fica facilmente desiludido com a falta de informação: não se devem ocultar informações importantes para o desenlace.Se o vídeo for longo é importante manter o espetador entretido e interessado durante o tempo todo.

 

5. Gerar e partilhar emoções:

Um vídeo que gere qualquer tipo de emoções é sempre melhor do que um vídeo que não gere qualquer emoção. No entanto, as emoções positivas (inspiração e diversão) são mais eficazes que as emoções negativas como o medo, o nojo ou a raiva.

A maior parte dos vídeos virais são vídeos cómicos e no caso de uma marca, é conveniente ser associada a emoções positivas.

 

6. Concentração de fans:

Conseguir que, inicialmente pequenos bloggers ou canais de YouTube, vistos como influenciadores, vejam, falem ou até partilhem o vídeo é importante: aqui não será ainda importante a quantidade, mas sim a qualidade de quem vê.

Enviar o vídeo para contatos pessoais é também uma forma de partilha instantânea: se cada contacto enviar para os seus contatos o vídeo propaga-se de forma rápida e eficaz.

 

7. Video Marketing: o dado mais importante:

É raro um vídeo tornar-se viral instantaneamente e, por isso, é importante tomar atenção ao mais ínfimo pormenor:

- o dia e a hora em que é lançado

- ter conteúdo cuidado

- pensar numa estratégia de social media (entrar em contatos com canais de notícias, disponibilizá-lo nas redes sociais…)

- definição do público – alvo e exposição do vídeo a esse mesmo público.

 

8. Inspirar audiências: tornar o vídeo compartilhável:

As visualizações são relativamente fáceis de obter, mas como já foi dito, para um vídeo ser viral precisa de ser partilhado e gerar sensações no público é a melhor forma de fazer o público querer mostrar o vídeo aos seus contatos. O conteúdo tem de ser apetecível.

 

O público também não gosta muito de esperar, é importante que o vídeo seja de rápido carregamento e sem paragens. O vídeo marketing e a rapidez com que a divulgação dos conteúdos é feita têm um papel decisivo.

fonte: http://www.reelseo.com/