Instagram aposta na publicidade: Carousel ads

Instagram aposta na publicidade: Carousel ads

Social Media
02 Abril, 2015 -
Tempo de leitura : 2 min

Há já algum tempo que o Instagram está a tentar destacar-se  no mundo do marketing social, assumindo um papel importante por ser uma rede social quase totalmente mobile e, desta vez, a aposta foi mais intensa.

Os utilizadores desta rede social gostam de, em geral, conseguir saber mais sobre os produtos ou marcas que disponibilizam uma fotografia ou vídeo e os marketers têm agora a oportunidade de contar histórias.

O Instagram acaba de lançar os “Carousel Ads” que permitem colocar mais do que apenas uma fotografia por anúncio, o que facilita o trabalho às marcas e permite aos utilizadores visualizarem-nas todas, bastando deslizar o dedo para a esquerda ou direita.

Para além de possibilitarem a inserção e visualização de mais do que uma fotografia, ao contrário do que acontecia até agora em que apenas podia ser publicada uma imagem, a rede social atribui a este tipo de anúncios a particularidade de incluir um botão “saber mais” que encaminha os utilizadores para um link à escolha da marca.

 

Estes anúncios trazem as campanhas impressas para os smartphones, reforçando a importância de organizar uma estratégia de mobile marketing, em que se deverá ter cuidado para não sobrecarregar os utilizadores com publicidade, respeitando o planeamento do conteúdo da plataforma.

Tal como acontece com os anúncios em qualquer plataforma, as pessoas que não estão interessadas podem passar o anúncio à frente.

 

Joana Parrel, diretora da rede de publicidade Unique Digital, salienta que apesar de ser obrigatório algum cuidado por parte dos marketers, “as marcas vão poder, doravante, criar e partilhar momentos de arte com os utilizadores do Instagram”. A rede social, segundo Parrel, também deverá manter a autenticidade à medida que as receitas de publicidade aumentem.

 

Os “Carousel Ads” ainda só estão a ser usados pelas empresas parceiras da rede social nos E.U.A. e ainda não se aplicam ao vídeo, neste momento. No entanto, a chegada deste formato ao resto do mundo é apenas uma questão de tempo.