Como não perder o seu conteúdo de vídeo na internet

Como não perder o seu conteúdo de vídeo na internet

Online Video
19 Outubro, 2015 -
Tempo de leitura : 3 min

Apesar de um sucesso inicial, é possível que o seu vídeo perca o impacto que outrora teve, por isso ao criar um vídeo precisa de uma estratégia de conteúdo e de video marketing que garanta a sua relevância no mundo digital, para que não se afunde em todos os outros conteúdos.

Se tem vídeos que não estão a gerar os resultados esperados, é hora de se certificar que estão devidamente organizados e atualizar as informações que forem precisas para revitalizar o vídeo e torná-lo, de novo, facilmente hierarquizado pelo Google.

 

1. Reveja e atualize títulos

O título do seu vídeo é um dos fatores mais críticos para os motores de busca e, no caso do YouTube, tem um impacto de 55% nos resultados do Google.

É por isso importante que se vão atualizando.

Torne-os atraentes, use palavras emocionantes e descritivos ao invés de utilizar as palavras-chave.

 

2. Reveja e atualize descrições

Certifique-se que usa todo o espaço disponível na descrição e use e abuse das palavras-chave. O YouTube, por exemplo, permite cerca de 800 palavras na descrição que é mais que suficiente para uma descrição completa.

Deverá também incluir na descrição um link para o website ou blog, podendo aumentar o tráfego do seu website.

 

3. Reveja e atualize tags

Atualizar as tags é uma forma de revitalizar o seu vídeo e aumentar a visibilidade.

Aceite as sugestões do YouTube que se enquadram no seu vídeo, tente copiar o título (abdicando das proposições e conjunções como “de”, “com”, “como” e “para”) e use tags mais genéricas como “tuturial”, “how-to” e “vlog”.

 

4. Esteja atendo ao seu público e à concorrência

Descubra de onde vem a grande parte da sua audiência, ou seja, onde é que encontraram o vídeo e a partir de onde é acedido?

Quanto à concorrência descubra onde se concentra nas redes sociais e onde tem mais interação nos seus vídeos. Inspire-se.

 

5. Saiba quando republicar nas redes sociais

Já pensou que o público pode não estar na internet no momento em que publica o vídeo?

Já se sabe que conhecer a fundo a audiência é meio caminho para o sucesso. Procure conhecer os horários dela e publicar os vídeos nessa altura. Por exemplo, em geral, o Facebook tem o seu pico entre as 13 e as 16 horas, mais para o fim da semana e o LinkedIn tem mais acessos a meio da semana por volta das 17/18 horas.

Mas claro, o pico do seu público poderá ser diferente. Investigue.

 

Lembre-se que cada dia há centenas de vídeos a serem carregados na internet, o que se traduz em milhões de horas que podem levar o seu vídeo a ficar esquecido e mudar de posição. É importante, por isso, que vá atualizando as informações do seu conteúdo, estando atento às tendências mais comuns da área e do seu público.

Não se esqueça que a partilha de conteúdos em plataformas de vídeo como o YouTube e nas redes sociais, mas não implica descartar uma boa OVP, que é sempre importante.