5 erros que podemos cometer no vídeo

5 erros que podemos cometer no vídeo

Online Video
17 Março, 2016 -
Tempo de leitura : 4 min

Quando se compram produtos, espaços publicitários e serviços esperamos utilizar essas ferramentas na sua capacidade máxima, ou pelo menos até ficarmos satisfeitos. Embora os vídeos sejam uma ferramenta extremamente eficaz e rentável, muitas vezes as empresas sentem que as suas campanhas de promoção de vídeo são subutilizadas.

É importante compreender como o vídeo deve ser utilizado na sequência de promoção. A fim de evitar números insatisfatórios na sua próxima campanha de video marketing, aqui estão cinco erros que podem prejudicar os resultados desejados e que deve evitar cometê-los.

1. A percepção equivocada do SEO de vídeo.

O termo Search Engine Optimization (SEO) significa categorizar o seu conteúdo, tornando-o pesquisável ​​na Internet. O problema com SEO de vídeo é que os vídeos que incorporar nas páginas da web não são automaticamente identificáveis; na verdade, são invisíveis para os motores de pesquisa.

A fim de tornar o seu vídeo perceptível, é necessário criar um mapa do site de vídeo, semelhante aos mapas dos sites, que é uma maneira de categorizar os detalhes e informar aos navegadores web de que se trata o vídeo.

2. Utilizar o YouTube de forma negligente.

Fazer upload de vídeos para o YouTube inclui também as imagens thumbnails que tornam os seus vídeos mais atraentes nas pesquisas orgânicas do Google. No entanto, o crédito não vai para o seu site, mas sim para o próprio YouTube. De qualquer forma, o YouTube é o segundo maior motor de busca na Internet, assim terá de incorporar esta plataforma na sua estratégia de video marketing.

Para além de publicar o seu vídeo no YouTube, pode re-editar os seus vídeos e transformá-los em teasers de vídeo, envolver-se com vídeos semelhantes noutros canais e, mais importante, iniciar uma conversa. Lembre-se de que o YouTube é uma plataforma de rede social, assim precisa não só de enviar o seu vídeo para o site, como também começar a falar sobre ele.

3. O título é tão importante quanto o vídeo.

O título do seu vídeo é a porta de entrada para determinar se vale a pena assistir. A maioria das pessoas não percebe a importância dos títulos, e é por isso que é tão fácil encontrar títulos fracos com reduzidas exibições de vídeo.

4. Funil de marketing não existente.

Não completar os objetivos de marketing acontece mais vezes do que aquilo que pensa. Tem um vídeo, publica-o no Facebook... e depois?

Antes de publicar os seus vídeos on-line, mapeie o caminho que pretende que os seus espectadores tomem assim que visualizem o vídeo. Por exemplo, quando um visitante vê o seu vídeo, o call-to-action vai conduzi-lo para a próxima etapa, talvez a sua homepage onde terá outro componente de marketing para subscreverem a sua newsletter.

Ter um plano e, mais importante um call-to-action são componentes fundamentais para a sua campanha. Lembre-se de que as plataformas das redes sociais são ferramentas que o ajudam a alcançar audiências maiores. O seu plano de marketing deve incluir essas ferramentas e encontrar uma forma para que estas ajudem a atingir o seu objetivo final.

5. Publicar o vídeo uma vez.

Outro dos grande erros que se comete é publicar um vídeo com o mesmo conteúdo em diferentes redes sociais. Quanto melhor representar a sua marca, vídeos e conteúdo de forma humana, maior envolvimento humano receberá.

O segundo erro é publicar o vídeo uma vez e esperar resultados excepcionais. Crie diferentes versões do vídeo em teasers e encontre maneiras de manter a conversa em movimento.

Se tiver conhecimento de outras estratégias adicionais sobre a promoção de vídeo online através das redes sociais, partilhe-os nos comentários e vamos manter a conversa em movimento.