5 Dicas para alojar vídeo no seu website

5 Dicas para alojar vídeo no seu website

Online Video
13 Abril, 2016 -
Tempo de leitura : 5 min

Existem inúmeros estudos e artigos sobre o aumento das taxas de conversão do vídeo online, mas o que contribui para esta medida de sucesso? Por exemplo, a colocação de vídeo. À medida que a sua biblioteca de vídeo online vai crescendo, é importante entregar o vídeo certo à pessoa certa e no lugar certo. Aqui estão cinco dicas e melhores práticas a seguir ao colocar vídeo no site da sua empresa e em páginas relacionadas.

Não reinvente a roda

Antes de entrar em dicas de posicionamento específicas, vamos começar com o básico. Os players de vídeo existem em todas as formas e tamanhos, mas os marketers devem manter os seus designs simples. Parece óbvio, mas realmente precisa de usar ícones familiares como o botão play. Ele deve estar num lugar de destaque, pois é um dos símbolos mais reconhecidos em toda a web. Isto permite que o seu público perceba que o seu media é um vídeo e não uma foto.

Se a sua empresa está a exibir vídeos num formato de portal ou biblioteca, então deve seguir uma apresentação semelhante à página de exibição das plataformas de vídeo online. Coloque o conteúdo de vídeo relacionado sobre o lado direito do utilizador, já que os espectadores estão habituados com este tipo de navegação.

Usar thumbnails personalizados em vez dos genéricos também é uma ótima maneira de incentivar os clientes a assistir mais ao seu conteúdo. Crie thumbnails visuais vibrantes que atuam como teasers e mini-outdoors. Os seus thumbnails também vão aparecer nos resultados de vídeo dos motores de busca.

Coloque vídeos no topo da página

Colocar vídeos on-line num local que minimiza o scrolling ajuda os motores de busca a entender o seu valor. Faça uma abordagem mais ousada e coloque os seus vídeos no cimo da página em vez de os colocar na parte inferior. Inserir metadados relevantes, como títulos, descrições e transcrições abaixo do vídeo aumenta ainda mais o search engine optimization SEO.

Pense nos ecrãs pequenos e lembre-se de que as páginas Web móveis exigem mais scrolling para exibir corretamente. Teste e pré-visualize como os seus vídeos aparecem nos dispositivos móveis e certifique-se de que são otimizados para a reprodução adequada.

Tamanho do vídeo

Não só devem os marketers colocar os vídeos no cimo da página, como também devem dar aos vídeos um tamanho proeminente. Uma média baseada nas plataformas de vídeo on-line sugere que o tamanho do player de vídeo deve ser cerca de 576 × 320 para 16 × 9. Os vídeos codecs têm um melhor desempenho quando a largura e a altura em pixels são múltiplos de 16. 

Autoplay ou Não Autoplay?

A regra geral é evitar vídeos com reprodução automática. Existem várias razões para isso: interrompe a experiência de visualização do utilizador, consome a largura de banda e, potencialmente, congela o navegador do seu espectador.

O World Wide Web Consortium (W3C) também publicou normas sobre o autoplaying de áudio e vídeo. Em poucas palavras, estas normas afirmam que o autoplay pode interferir com a navegação do utilizador e pode causar distrações para algumas pessoas. Deixe o seu utilizador conduzir a ação, clicando no botão play. Isso vai fazê-los sentir que estão no controlo ao invés de ser bombardeado por produtos de marketing.

Apesar disso, existem alguns casos em que o autoplay é aceitável. E-mail marketing, white papers, ou PDFs que apontam para vídeos em páginas web são adequados para reprodução automática.

Tamanho do conteúdo do vídeo importa

Descobrir como as pessoas acedem ao seu site também é fundamental para determinar onde colocar os seus vídeos. Num estudo recente concluiu-se que os PCs verificaram a maior percentagem (65 por cento) de tempo de visualização. Esta pesquisa sugere que os espectadores estão propensos a ver conteúdo curto nos seus dispositivos móveis e vídeos longos nos desktops.

Os editores devem aplicar estas descobertas às suas próprias estratégias de vídeo. Por exemplo, certifique-se de usar o seu conteúdo de vídeo de forma curta. As marcas também podem tentar criar versões de forma curta ou teasers do seu conteúdo de formato longo para os seus sites móveis. Isto ajuda com as taxas de envolvimento e com o tempo gasto no seu site para os espectadores dos dispositivos móveis.

Todos os marketers e editores de vídeo terão de olhar para as suas próprias métricas customizadas para determinar como algumas destas sugestões podem ser aplicadas à sua estratégia.